Artigo técnico / 2016

‘Cold spots’ of urban infrastructure : ‘Shrinking’ processes in Eastern Germany and the modern Infrastructural Ideal

Moss, Tim

 

Resumo

Relaciona a tendência de redução de consumo de água e a expansão das estruturas urbanas, indicando que podem levar a um super-dimensionamento dos sistemas de esgotamento, o que pode trazer impactos negativos na manutenção dessas estruturas, além de trazer impactos enconômicos - que são repassados aos consumidores.
 

Ficha técnica

  • TIPO DE PUBLICAÇÃO
    Artigo técnico
  • TIPO DE ATOR
    Academia
  • IDIOMA
    Inglês
  • AUTORES
    Moss, Tim
  • ANO DE PUBLICAÇÃO
    2016
  • LIVRE ACESSO?
    Não
  • FONTE
    International Journal of Urban and Regional Research
  • Acesse aqui o site no qual o artigo foi publicado
 

Questões enfrentadas

- Mundo/ Berlim

- Super dimensionamento de estruturas urbanas, principalmente água e esgoto

- Diante de um contexto onde há uma tendência à redução do consumo, a expansão de sistemas sanitários nos moldes atuais pode acarretar num super dimensionamento/ociosidade futuros, impactando nas tarifas impostas aos usuários.
 

Soluções empregadas

As ações aplicadas são voltadas aos seguintes aspectos:

-Políticas públicas

Políticas públicas:

O trabalho aborda a necessidade, agora bastante presente na Alemanha, das políticas públicas alterarem seu foco na forma como tratam serviços sanitários, abordando, por exemplo, a admissão de concessões de não ligação a rede mediante contextos específicos. Justifiza-se essa abordagem pública da questão devido as consequências que estrututras vacantes tem, tanto em custos para o Estado, quanto em aumento tarifário para os utilizadores.
 

Resultados

Conclui-se com o estudo que, apesar da óbvia interdependência que existe entre expansão urbana e expansão das redes de serviço, um olhar mais aprofundado nos modelos de planejamento atual conclui que essas redes de serviço não são adequadamente projetadas para lidar com um horizonte de tempo que não seja expansionista. Nesse caso pode ocorrer o problema de super-dimensionamento das estruturas, que culmina numa utilização mais onoresa do sistema. Debate-se então o papel que sistemas decentralizados podem cumprir no alívio desse cenário se considerados mutuamente no planejamento de expansão das redes de serviço.