• LIVRE ACESSO

Artigo técnico / 2019

Taking Container-Based Sanitation to Scale: Opportunities and Challenges

Russel, Kory C.; Hughes, Kelvin; Roach, Mary; Auerbach, David; Foote, Andrew; Kramer, Sasha; Briceño, Raúl

 

Resumo

O esgotamento sanitário por unidades de contenção modulares (container-based sanitation) têm crescido ao longo dos último anos, sendo atualmente uma tecnologia reconhecida pelo JMP. O estudo aborda os gargalos para uma maior replicabilidade desses sistemas.
 

Ficha técnica

  • TIPO DE PUBLICAÇÃO
    Artigo técnico
  • TIPO DE ATOR
    Academia
  • IDIOMA
    Inglês
  • AUTORES
    Russel, Kory C.; Hughes, Kelvin; Roach, Mary; Auerbach, David; Foote, Andrew; Kramer, Sasha; Briceño, Raúl
  • ANO DE PUBLICAÇÃO
    2019
  • LIVRE ACESSO?
    Sim
  • FONTE
    Frontiers in Environmental Science
  • Acesse aqui o site no qual o artigo foi publicado
 

Questões enfrentadas

- Mundo

- ampliação na cobertura por esgotamento sanitário

- A ampliação da cobertura por esgotamento sanitário em países em desenvolvimento e subdesenvolvidos encontra diversos obstáculos, especialmente na implementação de sistemas convencionais baseados em redes de coleta e transporte.
 

Soluções empregadas

As ações aplicadas são voltadas aos seguintes aspectos:

- Soluções e tecnologias estruturais

Soluções e tecnologias estruturais:

O esgotamento sanitário por unidades de contenção modulares foi recentemente incluso na lista de soluções sanitárias adequadas do JMP, se destacando por ter implementação flexivel, adaptável e modular; reduzir o uso de água; baixo custo, entre outros.
O esgotamento sanitário nesse modelo é realizado 5 etapas: i. container recebe e armazena as excretas; ii. coleta e substituição de recipientes cheios; iii. transporte do container cheio até unidade de tratamento; iv. tratamento das excretas; v. disposição final adequada ou reuso.
 

Desafios

O documento apresenta como principais desafios para esses sistemas de esgotamento sanitário:
- o desenvolvimento de um ambiente mais propício, receptivo; especialmente na esfera governamental;
- determinação de modelos de financiamento misto e menos dependente de financiamento público;
- treinamento de mão-de-obra;
- melhoria contínua nas unidades entregues aos usuários;
- desenvolvimento de um modelo aprimorado de logística.