Sinônimo


Fonte


Significados


Explorar Glossário Creative Commons

  • LIVRE ACESSO

Artigo técnico / 2011

The sanitation ladder - a need for a revamp?

Kvarnström, E.; McConville, J.; Bracken, P.; Johansson, M.; Fogde, M.

 

Resumo

A classificação do atendimento por esgotamento sanitário implementada pela OMS/UNICEF (por meio da JMP) tem foco tecnológico. Esse estudo explora as vantages de alterar esse foco para funções esperadas dos sistemas de esgotamento sanitário.
 

Ficha técnica

  • TIPO DE PUBLICAÇÃO
    Artigo técnico
  • TIPO DE ATOR
    Academia
  • IDIOMA
    Inglês
  • AUTORES
    Kvarnström, E.; McConville, J.; Bracken, P.; Johansson, M.; Fogde, M.
  • ANO DE PUBLICAÇÃO
    2011
  • LIVRE ACESSO?
    Sim
  • FONTE
    Journal of Water Sanitation and Hygiene for Development
  • Acesse aqui o site no qual o artigo foi publicado
 

Questões enfrentadas

- Mundo

- Necessidade de monitoramento de medidas de esgotamento sanitário

- A escada do saneamanto, utilizada pela JMP, foca sua classificação de atendimento na tecnologia utilizada, limitando as possibilidades de real entendimento sobre a cobertura por esgotamento sanitário adequado
 

Soluções empregadas

As ações aplicadas são voltadas aos seguintes aspectos:

-Planejamento/ metodologias

Planejamento/ metodologias:

O estudo avalia que os atuais parâmetros utilizados pela JMP, por meio da escada do saneamento, que são focados na classificação das tecnologias, são falhos quando para monitorar o índice de cobertura por esgotamento sanitário adequado. Afirma que os parâmetros deveriam ser focados em "objetivos esperados" do sistema de esgotamento sanitário, mais do que em "tecnologias" específicas. Por fim propõe uma nova metodologia de avaliação de sistemas, composta por 7 parâmetros que podem ser divididos entre "funções sanitárias" e "funções ambientais".
 

Resultados

Há a necessidade de modificação e melhoria dos parâmetros utilizados internacionalmente (e nacionalmente) para a avaliação da cobertura por esgotamento sanitário adequado, uma vez que métodos baseados em tecnologias específicas restrigem o surgimento de novas soluções, além de excluir outras já utilizadas; ao passo que uma metodologia baseada em objetivos a serem cumpridos seria mais apropriada e melhor adaptada as diversas condições e realidades do globo.