Sinônimo


Fonte


Definição


Ver no Glossário Creative Commons

  • LIVRE ACESSO

Relatório / 2016

Pesquisa Saneamento Básico em Áreas Irregulares – Relatório Brasil

Carlos, Édison; Filho, Rubens; Cardoso, Edna

 

Resumo

Partindo de uma análise das metas dos ODM, atuais ODS, o documento analisa como a cobertura por serviços de Saneamento básico são falhas em áreas irregulares no país. Parte, então, para a avaliação das condições sanitárias em comunidades irregulares em 100 municípios brasileiros.
 

Ficha técnica

  • TIPO DE PUBLICAÇÃO
    Relatório
  • TIPO DE ATOR
    ONG especializadas
  • IDIOMA
    Português
  • AUTORES
    Carlos, Édison; Filho, Rubens; Cardoso, Edna
  • ANO DE PUBLICAÇÃO
    2016
  • LIVRE ACESSO?
    Sim
  • FONTE
    Instituto Trata Brasil
  • Acesse aqui o site no qual o artigo foi publicado
 

Questões enfrentadas

- Brasil

- Atendimento sanitário em áreas irregulares

- As áreas irreguares sofrem de carência de oferta de serviços de Saneamento básico, o que leva a uma deterioração da qualidade de vida e do meio ambiente.
 

Soluções empregadas

As ações aplicadas são voltadas aos seguintes aspectos:

-Políticas públicas

-Modelo de negócio

Políticas públicas:

O estudo defende que políticas públicas devem caminhar no sentido de defender o acesso dos habitantes dessas localidades aos serviços de Saneamento básico, por meio da revisão de planos municipais de Saneamento básico (PMSB), promoção de regularização fundiária e formulação de parceria com prestadores de serviço, de forma a atender comunidades irregulares mediante a anuência do Ministério Público e o apoio e fomento à participação popular.

Modelo de negócio:

O estudo recomenda ao prestador de serviço a criação de um setor específico para lidar com as questões relacionadas ao atendimento a áreas irregulares, dessa forma seria possível mapear e compreender as diferentes realidades apresentadas nessas áreas, adequando o modelo de negócio local, reduzindo perdas físicas e de faturamento. Sugere-se amplamente a adoção de métodos de macromedição e de atenção a tecnologias já utilizadas nas localidades.
 

Resultados

A ilegalidade de áreas irregulares, associada à sua população habitante, normalmente de menor rendimento e escolaridade, cuminam num quadro generalizado de ausência de serviços de Saneamento básico. Considerando os malefícios sociais e econômicos advindos dessa situação, o estudo instiga prestadores de serviço, municipalidades, ministério público e moradores a contruirem conjuntamente um novo modelo político e de prestão de serviço que consiga incorporar a realidade de tais áreas.